sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Ela só existe....

E ela chorou, não era lágrimas de tristeza, era lágrimas de dor...
E ela chorou...
Chorou tudo que podia chorar,
Chorou toda sua esperança, até ela acabar
Chorou toda sua alegria, até ela secar
Chorou toda sua agônia, que insistia em escapar
Chorou todas suas lágrimas... que nunca parava de chorar
Chorou toda sua vida, porque nunca mais poderia amar
Chorou porque sabia que seu coração não podia mais sangrar
Chorou porque não hávia mais sangue, para seu coração sangrar
Chorou porque a vida a isso lhe designou
Chorou porque sabia que a 17 anos atrás sua lágrima lhe matou
E então ela chorou todos os dias de sua vida, porque sabia que ela nunca mais havia vivido...
Chorou porque a morte não foi capaz de lhe tirar a vida.
E ela chorou, e hoje chora, por saber que ela só existe.

.-.Melissa Lobo.