sexta-feira, 19 de agosto de 2011


Ela: Eu te odeio, muito !
Ele: Ódio é uma palavra forte, não acha?
Ela: Amor também é. E as pessoas falam como se não significasse nada. Sabe o que é pior? Eu já me importei. Muito. E isso não fez nenhuma diferença.
Ele: Não me subestime, às vezes me faço de cego para enxergar mais longe.
Ela: Não é engraçado como as coisas mudam? Quando eu achei que te conhecia, você provou que eu estava errada. Sonhei tanto, e nada aconteceu ...
Ele: O problema das pessoas é sonhar ao invés de fazer.
Ela: Falar, ou fazer, nada vai mudar as coisas. Você é frio e sempre será ! Por mais que eu queira, jamais conseguirei te mudar.
Ele: As vezes você tem que esquecer o que quer, para começar a entender o que você merece.
Ela: Eu fiz tudo certo, apenas errei quando coloquei sentimento.
Ele: Eu não pedi isso.
Ela: Você não precisa de motivos para amar alguém, isso acontece naturalmente. Eu vou te amar pra sempre, este é o problema.
Ele: Muitas vezes não há um problema, você os inventa.
Ela: Ando precisando de menos dúvidas e mais certezas na minha vida
Ele: Faça o que achar melhor para você !
Ela: Ás vezes as coisas mais dificeis compensam mais.
Ele: As suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo. É assim pra todo mundo.
Ela: Mas ainda sim se eu desistir, um dia a gente aprende a conviver com uns e a sobreviver sem outros.
Ele: Dentro do meu coração nesse exato momento, tudo parece tão confuso, tão dificil de entender. Eu sou frio, seco e nada disso é novidade pra ninguém.
Ela: E se hoje for a sua última chance de ser feliz?
Ele: Sou uma pessoa insegura, indecisa, sem rumo na vida, sem lema para me guiar: na verdade não sei o que fazer comigo. Não espere tanto de mim.
Ela: Então, eu desisto. Eu vou embora.
Ele: Porque você vai embora ?
Ela: Pra ver se um dia você vai atrás de mim.


(Desconheço o autor )


.-.Melissa Lobo.