quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Você nunca acreditou no meu amor

Você nunca acreditou, e sempre duvidou, duvidou e judiou do meu amor, do meu amor por ti...
E eu sei e sempre soube o quanto te amei, desde o primeiro dia em que te encontrei

E eu tentei, de tantas formas, de todas as maneiras, quantas noite em claro por ti passei
Quantos sonhos sonhei e por seu nome gritei

Desejei dormir, e nunca mais acordar, desejei morrer, e me matar
Você me fez voar o mais alto, e então eu cai e chorei

E sangrei até não aguentar mais,  sem conseguir levantar
Foi de mais pra mim, descobri que todo aquele seu amor por mim, morreu.
E então eu parti.

.-.Melissa Lobo.