domingo, 1 de abril de 2012

Amores vem e vão


Estava sentada lendo um livro qualquer esperando o metro,
Quando meus olhos distraídos, se iludiram pensando que havia te visto
Parecia realmente você, terno escuro, cabelo liso e baixo, um jeito exibido de andar
E ele estava cheio de anéis e correntes, coincidência não?
Mas ele não tinha teus olhos negros e perdidos na solidão
Também não havia aquele teu sorriso escondido
Essas lembranças suas vão me enlouquecer, me carregam pra um passado que preciso esquecer.
Eu preciso viver o presente, pensar no futuro, e neste caso não tem espaço pra você.

.-.Melissa Lobo.