sábado, 5 de maio de 2012

É nela que penso antes de dormir, pois só ela sabia como me fazer sorrir...

Ela acreditava que eu não há queria, nunca compreendeu que eu não há amava. Pensava que não me merecia, não notou que por ela eu nada sentia.
Parecia que nada importava, ao meu lado ela sempre estava. Ela sorria quando me encontrava feliz, mesmo quando eu a ignorava. Nunca fiz por mau, sabia que era ela quem me ajudava quando eu precisava, mas achava que assim era uma forma de não criar falsas expectativas. 
Não queria ser o motivo de tua queda, mesmo sendo o motivo do teu mais belo e alto voo
Fui para ela meus piores defeitos, e foi por eles que ela me amou. 
Ela nunca foi uma garota chata ou uma amiga ciumenta, ela era doida e distraída, sincera e apaixonada, romântica e apesar de estar sempre cercada de amigos, era solitária, gostava mesmo é de ficar sozinha olhando o céu e tuas estrelas, escrevendo e desenhando.
Ela queria que eu fosse feliz e eu queria que ela fosse embora e me deixasse em paz. E então ela se foi, e nunca mais voltou. Em suas ultimas palavras, me disse que eu tinha mesmo, é medo do amor.
Se é verdade ainda não sei, mas nunca me esqueci daquele olhar profundo e misterioso, e daquele sorriso quando encontrava meu olhos. Todas as noites penso onde ela está, e se algum dia ela soube que só ela sabia como me fazer sorrir com tamanha intensidade. 

.-.Melissa Lobo.