terça-feira, 28 de agosto de 2012

Fica de uma vez, ou vai logo, antes que comece a doer...


São 3h45 da manhã, faz frio lá fora, correspondências na cama, livros e papeis no chão, na mesa uma chicara de café, uma lata de Coca-cola, e alguns desenhos. Nos lençóis o teu cheiro misturado com meu perfume '212'. Fecho os olhos e sinto teu beijo, teu toque, me arrepio, ligo o radio, no computador tuas fotos estão abertas, em todas elas você sorri, me pego sorrindo só de imaginar o teu sorriso lindo de anjo e teu olhar sedutor, você me seduziu e sabe disso, mas não sabe o que fazer com isso. Desenho teu rosto em algumas folhas. Me deito, tento ler um pouco, me distrair, mas não consigo deixar de pensar em você. Que agora, está em algum lugar qualquer com um copo de vodka com enérgico nas mãos, meio alegre, rindo a toa, paquerando aquela morena gostosa que tira suspiro dos caras na rua. E eu aqui de pijama rindo igual boba só de pensar em você.
Ah se você soubesse o bem que me faz quando estamos juntos. Saberia também o mal que me faz ficar longe de ti. Mas você não sabe se fica ou se vai. E eu não sei se você quer ficar, ou se pretende partir. Enquanto isso vamos ficando assim. Eu aqui, você ali. Até que acordo em sua cama, meio tonta deitada em teu peito, com você me perguntando se eu tenho fome. Tenho sim fome, muita fome de você. Tento não pensar, tento dormir, sei que com você vou sonhar. Sei que vou te esperar, esperar você me amar.

.-.Melissa Lobo.