quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

“ Eu me esqueci no armário. Pensei estar vivendo, estudando, trabalhando, sendo! Pensei ter amado e odiado, aprendido e ensinado, fugido e lutado, confundido e explicado. Mas hoje, surpreso, me vi no armário embutido calado, sozinho, perdido, parado. ” 

Mário Quintana