quinta-feira, 27 de março de 2014

Tarde de outono

Era final de tarde, o grito do silencio ecoava pela sala
La fora o céu anunciava o inicio do outono
E eu confesso que estava perdida nas paginas
Do livro que resultaria no meu futuro
Sem ter certeza de como ele realmente será
Pois tudo que sei é que com ele eu quero ficar
Aguardando todos os atentamente o momento em que ele cruza a porta e me beija
Eu espero por ele pacientimente, mesmo paciencia nao sendo meu forte
É ele que conduz pro paraiso, invadiu o meu mundo e me deu aquilo que nunca tive antes, um lar
E mais uma tarde se passa, e eu fico a esperar, pacientemente.

Melissa Lobo