terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Eu agarraria sua mão, e lhe diria, que a escuridão, nem sempre equivale ao mal, assim como a luz nem sempre traz o bem. Eu lhe beijaria, só para ofuscar essa luz, que te cega, e lhe causa medo, que te consome e te destrói. Mas sei que seria apenas uma simples distração para você. Por isso tudo o que posso oferecer, são minhas palavras para você. Até que você pare de viver em lembranças que talvez nem existiram, lembranças raras, pois na verdade vivia em um oceano de decepções.

Melissa Lobo.