sexta-feira, 26 de junho de 2015

Ela estava quase se afogando em promessas covardes
Acreditando que aquilo era amor
Ignorando o que realmente poderia te fazer feliz
Culpando qualquer outra pessoa por tudo aquilo que havia se tornado
Quando era ela, somente ela a responsável
Então parou de implorar que segurassem a sua mão
E caminhou...
Caminhou sozinha, e sem direção.

Melissa Lobo.