quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Com gosto de primeiro amor..


Como em um primeiro beijo, onde o coração dispara, onde o corpo trava e a pele soa
Vem logo aquele arrepio, a falta de ar, e o medo faz a adrenalina correr com mais força nas veias e fazem saltar forte aquele coração frágil
E tudo some, excerto duas pessoas, que juntas formal um casal
E aquele friu na barriga de primeiro beijo acontece de novo, sem porque só aconteceu
Foi tão de repente. Inexplicavel, não sei o que aconteceu direito,não sei o que pode acontecer, mais estou feliz e nem um pouco arrependida por ter acontecido
Queria que tivesse durado um segundo a mais, mas sei que vai acontecer mais uma vez
Talvez seja a ultima vez que aconteça, ou talvez essa tenha sido apenas a primeira de muitas vezes em que você toca seus lábios nos meus.

.-.Melissa Lobo.