terça-feira, 3 de julho de 2012

Meu lar, doce como te amar..


Ele tem cheiro de lar, é naqueles braços fortes que me sinto em casa, e quanto mais o tempo passa, mas eu gosto dele. Quando me olhou logo notei, o que fez com que eu gostasse tanto dele. E mesmo depois de tudo se perder, quando olho em seus olhos, é como se nada tivesse mudado. Eu poderia morar naquele abraço, e seria feliz para sempre. Pode não parecer, porque eu luto para não demonstrar, mas é ele que eu amo, meu primeiro e único amor. Quando vi aquele sorriso, que se abriu ao me ver, mesmo sem querer, eu soube o porque não consigo gostar mais de ninguém mesmo me esforçando tanto. Ele é o responsável pela mulher que hoje eu sou. Ele é o responsável, por me fazer sentir o que é o amor. E é por ele e para ele, que hoje eu escrevo este texto.

Eu só queria que tudo tivesse dado certo, eu só queria que tivesse sido eterno... e de alguma forma eu sinto que foi.

.-.Melissa Lobo.