sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Amor


O amor mata a alma sem querer
nasce sem um porquê
Vive e não se vê
Sente não sei como
É um eterno solitário
Que doi não sei porque
E não há quem não sinta 
Sempre sem entender

.-.Melissa Lobo.