quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Parei em silencio por um momento, tentei chorar, mas não fui capaz, de tanto apanhar eu já nem sinto dor. Nada importa mais do que a minha paz, mesmo que ela signifique solidão. Deixei para trás historias de uma vida que não me pertence mais. Foram tantas derrotas e decepcoes, que as vezes me pergunto o que é que eu estou fazendo aqui. Se ao menos alguem pudesse me ouvir, a noite vira dia e eu nem sou capaz de dormir. 2.5 e tanto faz se eu vou continuar ou desistir, já não importa mais.

Melissa Lobo. 

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

14.º Andar

Do alto do décimo quarto andar, eu escuto a música que me faz lembrar, a dor e o vazio que ficou no seu lugar.
Deixei o vento entrar quem sabe ele me faça descobrir uma nova forma de amar.
Te dei meu coração sem saber que precisava dele pra sobreviver.

Melissa Lobo.

Você deixou o cubo montado no sofá, e saiu ao som de Eagles.
Eu te abracei, você não me olhava nos olhos, e disse que precisava ficar um tempo sem me ver.
E mais uma vez eu compreendo.
Os sentimentos sempre vem a tona. Sempre nos pegam distraídos. E há um certo grau de dificuldade para lidar comigo. Mas assim como o cubo é uma questão de tempo e pratica. E você domina ambas.
Estamos sendo maduros? Eu diria que sim, mas as vezes eu tenho duvidas.
Eu te desejo, você me deseja. Ficamos juntos.
Mas toda vez que você vai leva um pedaço de mim, e eu conto os dias para te encontrar de novo, e de novo.
E eu não me importo com o que somos, eu só quero ficar nos seus braços enquanto você procura algo para vermos na Netflix.


Melissa Lobo.

terça-feira, 31 de julho de 2018

Amar

Amar é saber ficar juntos em silêncio. Porque não tem problema ficar em silêncio. Amar é saber que muitas vezes é mais importante estar bem, do que estar certo. Amar é saber ver a dor do outro e abraça-la. Amar é cuidar e não deixar pra lá. Amar é dar o braço a torcer. É saber que sempre precisamos amadurecer. Porque vivemos em constante evolução. Amar é nunca o outro enganar. E sempre divir para conquistar. Amar é fazer do amor um sonho maior que tudo. Amar é nunca abandonar, não importa o motivo. É saber que não importa aonde o outro se vá, ele sempre tenha para onde voltar.

Melissa Lobo.

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Através de seus olhos cor de mel

Ela é tão transparente,
Que é possivel ver através de seus profundos olhos cor de mel
Mas ela não consegue ver através do peito vazio dele
Ela só sabe que não pode confiar
Mas se entrega mesmo assim
Os papeis se inverteram
E o lobo se tornou o cordeiro
E a cada encontro ela procura vestigios
Tantas lembranças, tantos caminhos
Ela aprendeu a não se importar mais
A não chorar, e nem lutar para ficarem juntos
Mas ela ainda sente, e muito

As coisas nunca são o que parecem
Mas o amor dela continua transbordando
E assim ela vai de encontro a ele
Ele a tem facil de mais
Porque ela nunca consegue deter o desejo de o querer
E ela apenas vive o momento
E se agarra a cada segundo
Torcendo para que seja o seu ultimo suspiro.

Melissa Lobo.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Você vem com esse seu sorriso - e que riso - de homem sedutor, um jeito de menino, e uma pegada de homem que sabe o que quer - mas você nem sabe o que quer.
Um dia desses entrou sem avisar, e desde então tem feito uma bagunça danada em minha vida.
E que tesão que dá viver tudo isso com você.
O tempo vai passando e você vai ficando, assim quase sem querer - mas querendo.
E quando estou com você a unica coisa que me falta é juizo.
E a gente se aquece, enlouquece e explode de tanto prazer.
É certo que o amor é cego, porque meu Deus: como você brilha e me ilumina. Rompendo em mim todas as fronteiras. Agora abra a sua ou terei que invadir, porque de onde venho para te amar, não há caminho para retorno.

Melissa Lobo.
Tudo bem se você nao souber o que quer. Tudo bem se estiver com medo de assumir um compromisso. Tudo bem se não quiser que ninguém saiba de nós dois. Tudo bem se estiver fazendo algo mais importante e não puder me ver. Tudo bem deixarmos só rolar. Tudo bem só eu me importar. Assim como vai estar tudo bem, quando eu parar de te procurar.



Melissa Lobo.

terça-feira, 20 de março de 2018

É engraçado como algumas pessoas sentem a necessidade de serem sempre a vitima da historia. E deturpam nossas palavras e atitudes descontextualizando-as e utilizando-as em proveito próprio, enquanto nos coloca como o vilão da história. A gente acaba até ficando sem saber se nós é que não soubemos nos colocar ou se o outro é que não sabe interpretar um texto.
É complicado e infelizmente, quanto mais tentarmos provar o nosso ponto de vista, quanto mais nos explicarmos, pior ficaremos, porque quem não entende da primeira vez raramente compreenderá dali em diante.
Mas a verdade é que quem se faz de bobo e de vítima jamais será capaz de assumir seus erros, de se responsabilizar por seus atos, de se colocar no lugar de alguém, porque está ocupado demais, sentindo pena de si mesmos. Tentar fazê-los enxergar além de seu umbigo é inútil. E eu demorei longos anos para entender isso. Mas aqui estou eu, cada vez mais orgulhosa da pessoa forte e madura que tenho me tornado. Porque na verdade a unica coisa que importa é sempre sermos verdadeiros e claros, com todo mundo, pois, assim, quem nos conhece de fato e gosta de nós não se abalará com as maledicências que alguém tentar espalhar sobre nossa pessoa.
Temos que ter a tranquilidade de que vivemos de acordo com o que somos, sem dissimulações e meias verdades, para que a mentira alheia não nos atinja nunca, tampouco possa ser levada em conta por quem nos é importante.
Eu costumava bater de frente, quando entendiam errado o que eu dizia, quando maldiziam minhas atitudes. Hoje, não perco mais tempo tentando provar nada a ninguém, de jeito nenhum. O meu tempo é por demais precioso e resolvi aproveitá-lo fazendo o que eu gosto, junto com quem me faz bem.
Hoje, tenho a certeza de que muitas pessoas só entenderão aquilo que quiserem e da maneira que melhor lhes convier.
Não importa o que eu diga ou o que eu faça, muitas pessoas somente interpretarão minha vida de acordo com o nível de percepção delas mesmas, para que possam se justificar através dos erros que transferem ao mundo – segundo elas mesmas, elas nunca erram. Não tenho muito tempo livre, portanto, não gastarei mais energia com quem não merece. É tempo de viver!

sábado, 21 de outubro de 2017

Por favor fique!

As vezes me pergunto porque o amor machuca tanto.
E porque quando isso acontece nos concentramos tanto na dor.
Meus pensamentos me consomem, tentando encontrar uma razão
Do porque todos que amo vão embora de alguma forma.
Será que poderia haver algo que eu pudesse fazer, para que eles ficassem?
Mais uma taça de vinho, enquanto mais uma canção de Chopin ecoa pela casa vazia
Poderíamos ter sido tão bom juntos, poderíamos ter vivido para sempre
Mas agora, quem vai segurar a minha mão quando tudo estiver perdido?
Por favor fique!
Ou nunca mais poderei amar de novo
Ninguém deveria desistir de um amor de verdade
Agora que você se foi...

... o que eu fiz de tão errado?Porque me deixou aqui sozinha?
Por favor fique!

Melissa Lobo.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

How could I have been so foolish to let you leave?

Uma parte dela sempre acreditou que no fim eles ficariam juntos, ainda não é o fim, mas ele já deixou claro que juntos não ficariam mais. E é tão estranho a maneira como ela se sente. Mas ela ainda sente, mesmo a um mundo de distancia. E todas as vezes que eles se encontram, ele muda a vida dela de alguma forma. Garota solitária, perdeu a única coisa que você amava. Mas de alguma forma ela ainda continua esperando.


Melissa Lobo.